Noticias

AVALIAÇÕES FÍSICAS: COMO PODEM AJUDAR EM TREINOS E DESEMPENHO DOS ATLETAS

Nós que somos loucos por esportes sempre estamos focados e comprometidos com nossos objetivos. Um instrumento importante para ajudar a medir nosso progresso e a garantir que estamos no caminho certo são os testes que avaliam as condições físicas do nosso corpo.

A importância da avaliação física é a mesma para atletas profissionais ou amadores. Pode ser que os profissionais façam os testes com mais frequência, mas todos nós precisamos checar a quantas anda a saúde e a aptidão física quando estamos perseguindo metas ambiciosas.

FITNESS 101: O QUE É UMA AVALIAÇÃO DE APTIDÃO FÍSICA?
Para todo atleta, o corpo é um templo, assim como um instrumento de trabalho. Cuidar bem dele é o mínimo que podemos fazer (e fazemos com prazer!) para garantir que está funcionando tão bem quanto precisamos. A avaliação de aptidão física existe justamente para avaliar nossa saúde geral e o estado físico, por meio de uma série de testes e exercícios.

Em miúdos: a aptidão física é um conjunto de atributos físicos que se relacionam com a capacidade de realizar exercícios – pode incluir a saúde muscular, óssea e cardiovascular, assim como a prevenção de lesões. A avaliação inclui todos esses elementos, assim como certos componentes corporais, como flexibilidade, força muscular e resistência, assim como o vigor e vitalidade geral[1].

QUAL A IMPORTÂNCIA DA AVALIAÇÃO FÍSICA PARA OS SEUS TREINOS?
Fazer avaliações físicas regulares é importante para garantir que estamos andando na linha quando se trata de saúde e condicionamento físico. Esses testes são considerados o ponto de partida para a concepção de um programa de exercícios apropriado para nossas características e metas pessoais[2].

Se você planeja cair de cabeça em uma nova rotina de treinos, é importante conversar com o seu médico ou profissional de educação física para entender se está pronto para encarar os próximos desafios. Ao longo da sua jornada, o acompanhamento profissional é fundamental para garantir que tudo está em ordem: seus músculos, articulações, saúde cardiovascular, e assim por diante.

Dependendo dos seus resultados, esse profissional pode dar luz verde para seguir em frente, ou recomendar ajustes na sua rotina de treinos.

4 TIPOS DE TESTES FEITOS NAS AVALIAÇÕES FÍSICAS
Existem quatro principais tipos de testes feitos nas avaliações físicas. O seu preparador físico também pode escolher e aplicar outros tipos de testes.

Além disso, muitos profissionais de educação física utilizam questionários para medir a sua aptidão física. Mas olha, é muito importante ser bem sincero na hora de responder as perguntas para que a avaliação seja acertada.

Veja quais são os principais tipos de avaliação física:

  1. TESTE DE COMPOSIÇÃO CORPORAL
    Nosso corpo é composto de água, músculos, ossos, gordura, órgãos vitais. No teste de composição corporal, o profissional irá conferir fatores como seu índice de massa corporal (IMC) e sua composição, que pode ser medido pelas suas dobras cutâneas por meio do paquímetro, um aparelho utilizado para estimar a quantidade de gordura corporal.

Pelo teste de composição corporal, é possível descobrir se você precisa reduzir a gordura corporal ou aumentar a massa magra (ou a massa livre de gordura), sempre levando em conta seus objetivos.

  1. TESTE DE RESISTÊNCIA CARDIOVASCULAR
    Sem um coração resistente, não conseguimos chegar ao fim do nosso treino de forma plena. O teste de resistência cardiovascular mede a eficiência do funcionamento do seu coração, assim como dos pulmões.

O sistema cardiovascular é responsável por fornecer oxigênio e nutrientes ao seus músculos durante a atividade física. Para medir a sua resistência, podem ser solicitados testes como o da esteira ou bicicleta, nos quais você deverá fazer uma das atividades aeróbicas enquanto seus sinais vitais são medidos por uma máquina. Esse teste é realizado em clínica médica, e não na academia.

  1. TESTE DE FORÇA E RESISTÊNCIA
    Força e resistência são componentes tão importantes quanto a resistência cardiovascular quando se trata do condicionamento físico de um atleta.

O teste de força mede a quantidade máxima de força que um grupo muscular pode exercer de cada vez. Já o teste de resistência muscular mede o tempo que um grupo muscular demora para se cansar ao contrair e relaxar de forma contínua por um período.

Os testes de resistência e força são como um treino na academia. Seu treinador poderá pedir que você faça uma série de exercícios, como abdominais ou flexões de braço.

  1. TESTE DE FLEXIBILIDADE
    Quanto melhor a sua mobilidade, amplitude de movimento e equilíbrio, mais preparado você estará para realizar cada ação na . Além disso, a falta desses atributos físicos pode nos colocar em risco de machucados. Um desequilíbrio entre os pés na hora de caminhar, por exemplo, pode provocar lesões nas pernas em um treino de corrida.

Para medir a sua flexibilidade, o seu preparador físico irá pedir que você faça uma série de alongamentos, dos mais simples aos mais complexos. Quanto mais flexível você estiver, melhor para a sua aptidão física!

O preparador físico deve ser seu parceiro de treino mais fiel. Ele assume a bronca de te manter na linha e pode te ajudar a seguir na , prezando também pelo seu bem-estar e saúde. Por isso, procure por um profissional de sua confiança e que não descarte a importância da avaliação física!