Noticias

Mulher morre após ser atingida por bala perdida durante tentativa de assalto em São Luís

Caso aconteceu na noite de quinta-feira (17), no bairro Cohab Anil I. De acordo com a Polícia Civil, tiro foi disparado por policial militar à paisana que tentava conter a ação criminosa de dois suspeitos.

Uma mulher identificada como Marlene Campelo Correa, de 51 anos, morreu após ser atingida por uma bala perdida, na noite de quinta-feira (16), durante uma tentativa de assalto no bairro Cohab Anil I, em São Luís.

De acordo com a Polícia Civil do Maranhão (PC-MA), o disparo foi feito pelo segundo-sargento da Polícia Militar, Atenecy Moraes Ribeiro Filho, que estava à paisana e passava pelo local no momento do crime. Ele teria disparado na tentativa de conter os criminosos e um dos tiros, atingiu a vítima.

Segundo as investigações, Marlene Campelo estava a caminho de casa quando presenciou dois criminosos, em uma motocicleta, tentando assaltar uma jovem. No momento do ação, o policial militar que estava à paisana passava pelo local e, ao perceber a ação dos suspeitos, sacou uma arma e disparou contra eles.

Um dos suspeitos identificado como Dionatha de Oliveira Pereira, de 28 anos, foi baleado e atingido na região lombar. Entretanto, durante a ação, um outro disparo feito pelo PM atingiu Marlene Campelo, que passava pelo local.

Os dois suspeitos conseguiram fugir. Minutos após a ação, Dionatha de Oliveira foi preso, próximo à Maternidade Marly Sarney, na Cohab. Após ser preso, ele foi levado para o Hospital Municipal Dr. Clementino Moura, onde passou por cirurgia. Até o momento, não há informações sobre o estado de saúde dele.

Após ser baleada, Marlene Campelo não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionada, mas o óbito havia sido confirmado.

O delegado da Polícia Civil Felipe Freitas, que investiga o caso, descartou a possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte) e afirmou que um dos suspeitos, usava um simulacro de arma de fogo durante a tentativa de assalto. A arma foi apreendida.

Uma motocicleta que foi usada na ação criminosa também foi apreendida. A Polícia Civil segue na busca segundo suspeito de participar do crime.

Logo após o crime, o PM Atenecy Moraes se apresentou à polícia e prestou depoimento na Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) sobre o caso. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-MA) não esclareceu se ele permanecerá preso ou foi solto após prestar esclarecimentos.

1 mês ago